Alimentos mal lavados podem causar doenças

« MAIS NOTÍCIAS


13/03/2018

Alimentos mal lavados podem causar DVAs (doenças veiculadas por alimentos), como infecções e/ou intoxicação alimentar. Os sintomas geralmente são dores abdominais, dores de cabeça, náuseas, vômitos, diarreias. Dependendo da intensidade, do tipo da contaminação e da resistência imunológica da pessoa podem levar à hospitalização e, até mesmo, ao óbito. Por isso, mais do que lavar, você deve higienizar os alimentos.                                                         
   
Cloro: o produto que realmente mata os microorganismos é o cloro. É necessário ver no verso da embalagem do produtos se tem indicação para esse uso e qual a quantidade correta a ser usada para cada litro de água.

Vinagre: o vinagre não mata microorganismos. A solução de vinagre apenas aumenta a tensão superficial e retira alguns possíveis ovos de vermes, larvas ou lagartas que tenham restado nas folhas. 

Verduras: selecione as folhas e lave cada uma em água corrente. Em seguida, prepare uma solução clorada com um litro de água, adicionando 10 ml, o que equivale a uma colher de sopa rasa, de água sanitária a 2,5%. A água sanitária deve ser sem perfume e com recomendações para uso em alimentos. Coloque as folhas, já lavadas, nessa solução por 15 minutos. Depois, enxague novamente para retirar o excesso de cloro. Finalmente, deixe-as de molho em uma solução composta de uma colher de sopa de vinagre para cada litro de água. Enxágue-as novamente em água corrente para retirar o excesso de vinagre e evitar que elas murchem. 

Frutas e legumes: devem ser muito bem lavados em água corrente. Esses alimentos podem vir com microorganismos presentes na terra ou conter resíduos de agrotóxicos que podem ficar no organismo, causando danos futuros. Legumes devem ser lavados com uma escovinha para a retirada dos resíduos orgânicos (principalmente terra). As frutas ou legumes que forem consumidos sem a casca, podem ser apenas bem lavados em água corrente. Se forem consumidas com casca devem ser higienizadas corretamente. Deve-se lavar e deixar, por meia hora, em uma bacia funda com uma solução formada de um litro de água para uma colher de sopa de água sanitária ou produtos específicos para higienização de frutas e vegetais. 

Carnes: as peças ainda cobertas com o tecido conjuntivo (tecido esbranquiçado composto por cartilagens, fibras e sebos) podem ser lavadas em água corrente antes de serem armazenadas. Quando cortada em bifes, não é recomendado lavar, pois os nutrientes e o sabor vão embora com a água. Para as carnes suínas e aves as recomendações são as mesmas. Quando revestidas com pele ou couro, podem ser lavadas em água corrente. O peixe fresco deve ser consumido até o dia seguinte ao da compra. Quando optar por consumir no dia seguinte, limpe-o e tempere-o com suco de limão e sal antes de levá-lo à geladeira. Se for consumir no decorrer da semana, armazene no congelador já limpo por no máximo três dias. 

Ovos: podem ser lavados com água e sabão só quando forem utilizados. Antes de chegarem aos pontos de venda, os ovos são lavados, desinfetados e esterilizados pelos produtores.